Quem sou eu: Bárbara Villani

Quem-sou-eu-Barbara-Villani

Sou Bárbara Villani, psicanalista, administradora, coach, practioner em PNL (Programação Neurolinguística), estudante de Homeopatia e Hipnose. Não tem como falar da minha vida profissional sem contar um pouco de como cheguei até aqui, pois não almejei essa profissão, fui sendo levada de encontro à minha missão ao longo da vida.

Minha jornada começou bem cedo quando fui estudar Ciências Internacionais e Diplomáticas em Milão-Itália. Minha aspiração sempre foi ser diplomata, mas acabei retornando para o Brasil e me formando em Administração e Negócios Internacionais.

Trabalho & viagens

Desde então, sempre trabalhei com pessoas na área internacional (Suprimentos ou Comercial). Comecei minha carreira com exportação de joias e pedras preciosas, o que me proporcionou a oportunidade de viajar bastante para participação de feiras internacionais na Alemanha, EUA, Itália, França etc.

Logo depois, fui contratada por uma empresa na Inglaterra que importava uva de diversos países e fornecia para 2 grandes redes de supermercados inglesas. Durante cinco anos, trabalhei nesta empresa viajando pelo mundo em busca das melhores uvas. Cheguei a morar por um período em diversos países como Índia, Egito, África do Sul, Namíbia, México, Marrocos, Peru, Itália etc.

Sempre gostei de trabalhar com pessoas e a oportunidade de conhecer tantas pessoas e culturas diferentes só me fomentou ainda mais a vontade de entender como elas funcionam, como elas pensam, porque agem de certa forma e não de outra, o que faz sermos todos diferentemente iguais, mesmo vindo de culturas tão distintas uns dos outros.

Da mineradora à Holística

Depois de 5 anos, decidi retornar para o Brasil. Por uma dificuldade emocional e pessoal, comecei a fazer análise por indicação da minha irmã.

Não tinha ideia do que se tratava, só queria resolver meu problema. Foi assim meu primeiro contato com a psicanálise!

Percebi que minha vida, aos poucos, ia mudando sempre para melhor, pois eu estava mudando internamente. Decidi, então, que queria entender mais sobre a mente humana e dessa forma me matriculei em um curso de Psicanálise e Psicopatologias. As perguntas que tinha em relação as pessoas foram sendo, parcialmente, respondidas.

Nessa época, trabalhava em uma grande mineradora e, paralelamente, estudava psicanálise. Quando me formei, decidi montar um consultório, despretensiosamente. Trabalhava na mineradora de 9 às 18h e depois atendia algumas pessoas no consultório de 18 às 22h.

O que eu não esperava era que meu consultório ficaria lotado. Depois de algum tempo, resolvi me dedicar exclusivamente ao consultório. Foi aí que a missão começava!

Ao longo da experiência clínica, fui percebendo que as motivações das dores do ser humano não advinham, exclusivamente, de questões psíquicas, mas também espirituais.

Dessa forma, comecei a aprofundar em outras técnicas holísticas (Hipnose, Homeopatia, Heiki, PNL) que pudessem complementar e contribuir na minha missão de ajudar pessoas!

bem-estarPowered by Rock Convert