Outubro Rosa: A Importância Da Prevenção Do Câncer De Mama

Outubro Rosa: A Importância Da Prevenção Do Câncer De Mama

O mês de Setembro é dedicado às discussões voltadas para a prevenção do suicídio e discussões sobre sofrimentos mentais. Finalizado esse mês, muitas atenções se voltam para uma outra importante questão: a prevenção do câncer de mama. A doença atinge milhares de mulheres no mundo todo e ainda existem muitas dúvidas sobre o assunto e também sobre as campanhas que acontecem durante o Outubro Rosa.

Devido à relevância desse tema para a vida de tantas pessoas, preparamos esse post! Vamos dialogar sobre isso?

A história do Outubro Rosa

Internacionalmente conhecido, o Outubro Rosa tem esse nome em referência ao laço rosa, que é símbolo conhecido na luta pela prevenção do câncer de mama.

O movimento começou nos Estados Unidos. Lá, diversos estados executavam ações e campanhas isoladas, no mês de outubro, as quais tinham como temática principal o câncer de mama. Como essa era uma prática cultural, o Congresso Americano passou a considerar o mês de Outubro como o mês americano de prevenção do câncer de mama.

Considera-se que esse movimento espalhou pelo mundo na década de 1990. É celebrado todos os anos e, assim como acontece em outros meses. O objetivo é aumentar a conscientização da população frente ao tema, o compartilhamento de informações úteis sobre o câncer de mama, promover debates, entre outras ações que contribuam para a redução e detecção precoce dos casos de câncer de mama.

Desde 2010, o Instituto Nacional do Câncer (INCA) participa do movimento. No Brasil, são promovidos diversos debates sobre o tema, corridas solidárias, monumentos públicos são iluminados com a cor rosa, produz-se materiais educativos para a população, entre outras ações voltadas para a saúde da mulher.

O que é o Câncer de Mama?

De acordo com o INCA, o câncer de mama é o segundo tipo de câncer que mais acomete mulheres em todo o Brasil e também no mundo.

Assim como outros tipos de câncer, o câncer de mama surge devido à uma mutação genética em alguma célula, a qual se multiplica desenfreadamente em várias células anormais.

Tal multiplicação pode ser muito acelerada ou muito lenta, a depender de cada tipo de anomalia e também de cada organismo.

O câncer de mama, em geral, é assintomático nos períodos iniciais. Portanto, fazer acompanhamento regular, para que ele seja detectado de forma precoce, é fundamental!

É importante reforçar que o câncer de mama também pode acometer homens, mas os casos são muito raros, representando apenas 1% do total de casos da doença.

Quais são os cuidados para prevenir o câncer de mama?

Como os casos de câncer de mama são causados por uma grande multiplicidade de fatores, é muito difícil zerar todos os fatores que podem causá-los. Portanto, a prevenção adotada é voltada para a minimização dos fatores de risco e adoção de comportamentos que podem ajudar na prevenção.

De acordo com o INCA, estima-se que, através da alimentação, nutrição e atividade física é possível reduzir em até 28% o risco de a mulher desenvolver câncer de mama.

Conheça alguns cuidados voltados para a prevenção:

  • Controlar comportamentos e fatores ambientais: a ingestão de bebida alcoólica, sobrepeso, obesidade após a menopausa e exposição à radiação ionizante são fatores que são apontados, por muitos estudos, como de risco para a ocorrência do câncer de mama. Evitá-los, portanto, é uma boa alternativa!
  • Realização do autoexame: quem faz o autoexame não consegue prevenir a ocorrência, mas pode aumentar muito as chances da descoberta precoce e, com isso, aumentar também as chances de tratamento e cura. Além de permanecer atenta ao próprio corpo, também recomenda-se que mulheres de 50 a 69 anos façam a mamografia de rastreamento, mesmo quando não há sinais ou sintomas, regularmente.
  • Evitar alguns alimentos: o consumo de de alimentos refinados como farinha, açúcar e óleos refinados (soja, milho, canola), embutidos em geral, frituras e alimentos com aditivos químicos, corantes, conservantes e adoçantes podem aumentar o risco.

Viva a vida com plenitude: previna-se! É de extrema importância buscar informações sobre o assunto e tratá-lo com a devida importância. Cuide bem de duas emoções, valorize o Outubro Rosa e também a saúde integral da mulher!

Você acredita que esse conteúdo pode contribuir com alguém que você conhece? Compartilhe em suas redes sociais!

bem-estarPowered by Rock Convert